Como fazer um filtro solar caseiro para telescópio

Sei que faz tempo que não escrevo nada aqui no blog, por diversos motivos que não vêm ao caso, então resolvi fazer esse post para complementar algumas informações que postei no grupo Equipamentos Astronônicos do Facebook a respeito de um filtro solar para telescópio que resolvi montar devido ao trânsito de Mercúrio que vai acontecer em Novembro de 2019.

Enfim, quem me conhece sabe que curto muito astronomia, mas só ano passado que consegui, digamos assim, “levantar fundos” para adquirir um telescópio. Sem entrar no mérito de marca, modelo e tamanho (isso fica talvez para outra postagem), adquiri em Setembro de 2017 um SkyWatcher dobsoniano 1200×150:

tele

Depois de várias noites observando astros em geral, incluindo a maioria dos planetas (até Mercúrio), e estudando o assunto, descobri que em 11 de Novembro de 2019 haverá o próximo Trânsito de Mercúrio, que consiste em um “eclipse” do planeta sobre o Sol (maiores informações na página). Para observar um evento desses é necessário um telescópio, já que o planeta é muito pequeno e não é visível sem aumento, e também um filtro solar (não aqueles de passar na pele, um filtro para o telescópio), já que a observação direta do Sol pode causar cegueira e danos no equipamento. Aconselho fortemente ler as informações deste link, que é um ótimo guia sobre o que NÃO fazer no que diz respeito à observação do Sol.

DICA: Não subestime as informações contidas nesse guia acima! A observação do Sol é uma das práticas mais críticas relacionadas à astronomia e pode (MESMO) trazer sérios danos à sua saúde e ao seu equipamento! Se duvidar, veja este vídeo e imagine o que poderia acontecer ao seu olho!

Ocorre que um filtro desses, pronto, é relativamente caro (pelo menos para os meus padrões), então pensei porque compra-lo porque não compra-lo em fazer o meu próprio. Primeiro tinha que ver se valia a pena, então, com informações dos participantes do grupo do Facebook resolvi colocar a mão na massa.

Primeiro, a escolha do filtro adequado. Como você já leu no link acima sobre os cuidados que deve ter ao observar o Sol, nada de radiografias, disquetes e outros materiais “gambiarra”. Existem alguns tipos de filtro indicados para essa aplicação, mas vou considerar aqui apenas dois: os Baader, que deixam o Sol com uma coloração esbranquiçada, e os Thousand Oaks, que deixam mais amarelada. Optei pelo Baader, porque pelo que li ele deixa a cor mais natural (branco), pois o astro emite em todo o espectro visível, mas o alaranjado mais proeminente que vemos do Sol é provocado por um efeito chamado “espalhamento” na atmosfera e a forma como enxergamos as cores. Devido à abertura do meu tele, adquiri uma folha de 175mm na loja virtual Tellescopio, a R$105,00 a folha, fora o frete. Fui muito bem atendido e o produto chegou rapidinho. O tamanho da folha foi definido pela abertura do tele, mas você pode optar por folhas menores ou maiores dependendo da abertura do seu, ou então fazer um filtro com o buraco central menor, vai do gosto e do bolso.

Depois, a decisão de como montar a estrutura. Existem diversos tutoriais em vídeo na internet dando dicas de várias opções de montagens, a maioria usando bases de papelão ou cartolina. Sempre achei os resultados meio “instáveis”, ou seja, um aspecto meio “mole” e de fácil deterioração (quem já pegou uma folha de Baader na mão sabe como o material é fino e fácil de rasgar), então optei por uma montagem mais resistente. Um dos membros do grupo, o Marcelo, de Brasília, que inclusive me ajudou bastante na escolha e na compra do meu tele, sugeriu usar uma “fôrma de pizza” metálica para a base devido a um caso de sucesso de um amigo dele, mas como não achei nada próximo por aqui (no caso dele era um tele com abertura menor), acabei encontrando na loja Casas do Pedro aqui em Curitiba uma fôrma de alumínio com fundo removível de 200mm que aparentemen te iria dar certinho. Valor: R$18,00.

IMG_20180808_184149

OBS: o tamanho da fôrma obviamente vai variar de acordo com o diâmetro do seu tele, então opte por fôrmas com cerca de 20mm a mais que isso, pois ela vai por fora (no meu caso, o tele tem 180mm e a fôrma 200mm, deu certinho com o ajuste do EVA).

Definida a base e o filtro, parti para a implementação. Aqui estão os materiais que você vai precisar (além da fôrma e da folha de filtro, é claro):

– Um pedaço de papelão reforçado do tamanho da abertura interna da fôrma;
– Uma tira de EVA com uns 20mm de espessura (talvez mais, talvez menos, dependendo do seu tele e da fôrma que você conseguir);
– Tinta spray preto fosco;
– Cola de bastão;
– Fita adesiva larga;
– Estilete, tesoura, etc.;
– Super Bonder ou algo que o valha.

E o passo-a-passo da fabricação:

– Primeiro, pinte a parte interna da fôrma com um spray preto fosco (sim, aquele dos pichadores). Não esqueça de proteger a parte externa com fita adesiva para não “rebocar” a parte de fora!

– Depois, corte um círculo do papelão reforçado no diâmetro da parte interna da fôrma e faça um buraco redondo no meio, no diâmetro da abertura do buraco da fôrma (este papelão vai servir para reforçar a fixação do filtro na fôrma depois). Esse buraco interno também vai depender da sua opção do tamanho da folha do filtro. Aproveite para pintar um dos lados do papelão também de preto fosco.

– Meu tele tem 180mm no lado de fora, e como a fôrma tem 200mm iria ficar uma folga indesejada. Para isso, usei o EVA de 20mm de espessura que comprei em uma casa de sapateiros (é para ter em qualquer loja de sapateiros ou de couro) e cortei com uns 20mm de largura para colocar na borda interna e servir de “cinta”. O comprimento vai ser o perímetro da parte interna da fôrma, que você pode medir com uma daquelas trenas maleáveis (já que você vai ter que medir por dentro da fôrma) ou calcular com a seguinte fórmula:

PI X D

onde PI é a constante do círculo (mais ou menos 3,14) e D é o diâmetro da parte interna da fôrma. Então, digamos que o diâmetro da sua fôrma seja 180mm, o comprimento da tira de EVA será de 3,14 X 180, ou seja, 565,2mm, ou mais ou menos 57cm. Para não arriscar perder material, corte um pouco maior (tipo 60cm) e vá diminuindo até encaixar no círculo da parte interna.

IMG_20180825_125019

– Coloque o EVA na borda do conjunto e tente encaixar no tubo do telescópio, ainda sem colar nada, para ver se a medida deu certo:

IMG_20180825_125044

OBS: caso a espessura do EVA seja muito grande e tenha entrado com dificuldade, é só ir “desbastando” o material para ele ir afinando. Se ficar muito folgado será necessário adquirir um EVA mais grosso, colar “camadas” sobrepostas, ou uma fôrma menor. Lembre-se que a ideia aqui é que o filtro entre “justo” no tubo, não pode ficar muito folgado a ponto de ele cair ou ficar torto durante a operação, e nem tão apertado que ele entre com muita dificuldade e com o tempo solte a tira de EVA.

– Agora, usando o estilete, corte as bordas do papel filtro para que ele caiba no diâmetro entre o buraco e a parede da fôrma e use a cola bastão para colá-lo na parte interna:

IMG_20180827_153245

ATENÇÃO: como dito anteriormente, o filtro é extremamente fino, manipule-o com muito cuidado para não rasgar ou criar microfuros que poderão inutiliza-lo! De preferência use luvas para não engordurar a folha, porque limpar depois vai ser bem difícil…

OBS: Se você fizer certinho, e dependendo do tamanho da folha que você comprou e da quantidade que sobrou, as pontas podem ser usadas depois para fazer um “microfiltro” para você colocar na buscadora, ou até mesmo fazer um “óculos de eclipse”!

– Em seguida, passe mais cola bastão ou super bonder em toda a borda interna da fôrma e cole o papelão com a parte preta para cima, e depois passe uma camada generosa de super bonder no EVA e rapidamente cole-o rente à borda superior interna da fôrma para finalizar:

IMG_20180827_154411

– Com isso, está pronto o filtro!

IMG_20180827_154422

Como eu disse antes, dependendo da quantidade de filtro que sobrar do recorte das bordas, você pode fazer um microfiltro para a buscadora. É só recortar um pedaço de EVA no tamanho do diâmetro interno da abertura da buscadora, fazer um furo no meio (pode ser da metade do diâmetro total), colar um pedacinho de filtro sobre um dos lados e depois outro pedaço de papelão com o mesmo diâmetro do buraco do EVA por cima de tudo, e voilá:

IMG_20180827_162822

IMG_20180827_162831

O aspecto final do telescópio ficou assim:

IMG_20180827_163959

Foto do microfiltro para a buscadora colocado:

IMG_20180827_164007

OBS: Depois de pronto que eu reparei que poderia ter feito o microfiltro para ser colocado na FRENTE da buscadora, e não atrás. Se você tiver material, prefira colocar na frente.

Esta é a foto que tirei do Sol com celular direto na ocular de 25mm imediatamente após ter terminado e colocado o filtro:

IMG_20180827_163740

Infelizmente no dia não tinham muitas manchas solares, mas na imagem original dá para ver uma pequena mancha no sudoeste do Sol.

Após a operação, lembre-se de remove-lo com cuidado do tele e guarda-lo em um lugar seguro, seco, fechado, escuro e sem nada encostando no filtro, dessa forma ele vai durar muito tempo.

Espero que este tutorial tenha sido útil, nem que seja para usar algumas ideias para fazer o seu próprio. Não custa reforçar: NUNCA olhe diretamente para o Sol, muito menos usando o telescópío, sem usar filtros adequados!

Anúncios
Esse post foi publicado em Utilidade Pública e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.